No Dia Internacional da Luta Contra a Homofobia, atletas do Corinthians terão bandeira especial no uniforme
Corinthians / Divulgação

O Dia Internacional Contra a Homofobia é celebrado anualmente no dia 17 de maio. As meninas do Timão resolveram fazer uma homenagem especial nessa data tão importante.

Logo mais, às 20h, o Corinthians Feminino entra em campo para enfrentar a equipe do Grêmio, na Fazendinha. A partida é válida pela 8ª rodada do Brasileirão Feminino.

Por coincidência, na data de hoje, há 17 anos atrás, foi assinalado o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia. 

A data foi escolhida especificamente para comemorar a decisão da OMS (Organização Mundial da Saúde) em 1990 de desclassificar a homossexualidade como um distúrbio.

Publicidade - Continua abaixo

O departamento feminino do Timão, como sempre, ativo nas pautas importantes contra todo tipo de preconceito, quis fazer uma homenagem especial nesta data.

Na partida de hoje, as atletas terão uma máscara e pulseira com as cores da bandeira LGBTQIA+, representando esse dia importante.

Há uma semana, o Timão também se posicionou contra a atitude preconceituosa da atleta Chu, atacante do Palmeiras, que fez um comentário em uma rede social comparando a morte do ator Paulo Gustavo com a do Irmão Lázaro.

Publicidade - Continua abaixo

Clique aqui para saber mais

Na partida diante do rival, quando se fazia o minuto de silêncio por conta das vítimas da Covid-19, as jogadoras e comissão técnica do Corinthians fizeram corações, mostrando que toda forma de amor é válida.

Além disso, dentro da Fazendinha, estádio onde o Corinthians Feminino manda seus jogos, tem uma faixa escrita:

Discriminação por orientação sexual é ilegal e acarreta em multa ao clube.