Avatar do(a) Diego Lucio
Diego Lucio
@diego_lucio
Gigante! Cássio pega pênalti, e Corinthians vence o Mirassol em jogo do Paulistão
Agência Corinthians

O pré-jogo foi recheado de polêmicas. Afinal, não é todo dia que um jogo do Paulistão acontece em Volta Redonda. Mas dentro de campo, o Corinthians fez sua parte e venceu mais uma partida, chegando ao oitavo jogo sem perder. Placar de 1x0, com gol do recém-recuperado de lesão, Gustavo Mosquito. Mas o grande destaque ficou mais uma vez para Cássio.

Como entender essa grande atuação do ídolo alvinegro? O resultado foi merecido? Tentamos explicar!

1º Tempo

O Mirassol começou sufocando! Nos 10 minutos iniciais, foram três finalizações. Em uma delas, Diego Gonçalves saiu na cara do gol e exigiu grande defesa de Cássio.

A pressão do Mirassol continuou, mas quem abriu o placar foi o Corinthians. Aos 20 minutos, Gabriel virou boa bola para Fagner na ponta-direita, e o camisa 23 lançou Gustavo Mosquito no meio. O atacante só escorou pra marcar o primeiro gol alvinegro, bem no dia de sua volta de lesão. Mirassol 0x1 Corinthians.

Publicidade - Continua abaixo

O Mirassol seguiu com mais posse, mas o Corinthians igualou nas chances de gol. Cássio Gabriel e Diego Gonçalves levaram perigo ao gol do Timão, enquanto Varanda e Fagner assustaram o gol adversário.

No finalzinho, o pior dos sustos. Otero recuperou bola na defesa e tentou sair driblando. A bola sobrou limpa para Diego Gonçalves dentro da área. Ele bateu pra dentro da pequena área mas ninguém desviou. Ficou nisso!

2º Tempo

O jogo virou! O Corinthians melhorou e tomou conta das ações ofensivas. Começando por Ramiro que acertou uma bomba no travessão aos oito minutos. Já aos 21, foi Otero que quase marcou.

A partir daí, o time de Vagner Mancini administrou a partida. Administrou até demais. O placar se manteve muito mais por sorte, do que por juízo.

Quando o Mirassol já tinha mais posse e chegava com mais perigo, o juiz marcou pênalti em bola na mão de Fábio Santos. Isso aos 45 minutos do segundo tempo. Rodolfo bateu, e Cássio defendeu. Se já não bastasse, a bola foi pra escanteio, e após jogada aérea, a bola sobrou pra Lucas Silva. Mais uma grande defesa de Cássio! E ficou nisso!

Publicidade - Continua abaixo

Análise:

Mais uma vez não foi uma grande exibição. Mas mais uma vez, o resultado veio. Mesmo sem Mateus Vital que era o destaque da equipe na temporada, o Corinthians suportou a pressão de um bom time do Mirassol, e foi cirúrgico quando criou sua chance clara.

Como ponto de atenção, fica justamente isso. A falta de ‘matar o jogo’. Contra uma equipe melhor, não dá pra vacilar dessa forma.

Destaque individual: CÁSSIO

É a terceira partida sem tomar gols, mas diferente de outrora, a invencibilidade da defesa fica na conta de Cássio. Por duas vezes, o Mirassol chegou na cara do gol, e o camisa 12 salvou milagrosamente. Fora o pênalti, que não precisa nem comentar. Cássio foi o herói que a torcida já conhece, e sempre espera.

Destaque negativo: JÔ

Tudo bem que a bola não chegou com a maior qualidade, mas Jô ainda está muito abaixo. Seja no posicionamento, na velocidade e até na bola aérea que é uma de suas maiores virtudes em campo.

E agora?

O Corinthians segue na liderança isolada do Grupo A do Paulistão com 11 pontos. O Timão volta à campo agora na próxima sexta(26), em jogo da 2ª fase da Copa do Brasil contra o Retrô-PE. A partida acontece em Saquarema, também no Rio de Janeiro.