Avatar do(a) Diego Lucio
Diego Lucio
@diego_lucio
Fim da linha! Corinthians é goleado pelo Peñarol e se despede oficialmente da Sul-Americana
Agência Corinthians

Mais uma noite pra se esquecer! Já era esperada uma partida difícil no Uruguai contra o Peñarol, tendo em vista que teríamos um time reserva na escalação inicial. Mas 4x0 é pra se repensar! Goleada impiedosa do time uruguaio, e o Corinthians está matematicamente eliminado da Sul-Americana.

1º Tempo

No início da partida, o Peñarol já achou o caminho pra furar a defesa do Corinthians: NOSSO LADO ESQUERDO! Fábio Santos e Gil deram todos os espaços possíveis e impossíveis. Mas o primeiro gol veio de bola parada. Escanteio pela direita, e Álvarez Martinez desviou pro gol. Cássio até defendeu, mas a bola já estava dentro do gol. Peñarol 1x0 Corinthians.

A ‘avenida Fábio Santos’ seguiu com suas inúmeras visitas. Logo aos 13 minutos, Facundo Torres lançou Gonzalez pelo lado direito do ataque uruguaio, que por sua vez lançou Álvarez Martinez dentro da área, que desviou pra marcar mais um. Peñarol 2x0 Corinthians.

Mancini corrigiu a marcação, invertendo Bruno Mendez e Gil de lado, e recuando Xavier pra uma linha de três zagueiros. Mas Gonzalez e Facundo Torres continuaram fazendo a festa daquele lado esquerdo.

Publicidade - Continua abaixo

Do Corinthians mesmo só uma boa chance com Roni, que após boa jogada de Mosquito, entrou na área e chutou no travessão.

2º tempo

O Peñarol mais uma vez achou seu gol muito cedo. Aos sete minutos, Cannobio recebeu de Ceppellini, limpou a marcação e fez mais um. Peñarol 3x0 Corinthians.

O jogo diminuiu de ritmo, e pra não falar que o Corinthians não tentou, Otero acertou a trave em cobrança de falta. Mas só! No mais, o Peñarol ainda tinha as melhores chances.

Aos 23, o último golpe. A zaga do Corinthians afastou a bola em jogada aérea, e na volta, Álvarez Martinez pegou a sobra e tirou de Cássio pra fazer o terceiro dele, e o quarto do time uruguaio. Peñarol 4x0 Corinthians.

Publicidade - Continua abaixo

E ficou nisso.

Análise:

Falar que estávamos com o ‘Time B’ não é desculpa! Todas as equipes brasileiras estão sofrendo com o calendário apertado, e estão utilizando ao máximo seus elencos nas competições continentais. E nenhuma dessas equipes, foi atropelada dessa forma. Foi uma noite terrível principalmente dos medalhões como Gil, Fábio Santos e Jô. Preocupa muito, saber que o clube não pode contar com quase nenhum reserva para uma urgência durante essa longa temporada de 2021. Preocupa ainda mais, o técnico Vagner Mancini não ter o discernimento de querer espelhar o 3-5-2 do time principal, para preparar seus reservas para necessidades pontuais. TUDO ERRADO!

Mais um vexame em competição continental, e ainda virão dois deprimentes jogos contra os amadores River Plate-PAR e Sport Huancayo, que não valerão de absolutamente nada!

O Paulistão que já era o foco do clube, virou quase que uma obrigação, diante desse vexame na Sul-Americana.

Destaque individual: GUSTAVO MOSQUITO

Nada brilhante, mas Mosquito foi o diferencial de um time extremamente sem criatividade. No entanto, o atacante ainda precisa melhorar suas finalizações.

Publicidade - Continua abaixo

Destaque negativo: FÁBIO SANTOS

Assim como já dito por aqui, Fábio Santos foi uma avenida nesta noite. O experiente lateral foi driblado com facilidade, se posicionou mal, e deixou todo mundo passar por ali. Sorte que Lucas Piton já tem tomado conta da posição no time principal.

E agora?

O Corinthians volta suas atenções ao Paulistão, onde deve enfrentar Red Bull Bragantino ou Palmeiras na semifinal da competição. A Federação Paulista deve confirmar as datas oficialmente, mas o jogo deve acontecer na Neo Química Arena, no próximo domingo, independente do adversário.