Devolução de Yony não interfere na venda de Pedrinho
Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

A decisão de devolver Yony González ao Benfica (Portugal) não deve interferir na venda de Pedrinho para o mesmo clube. De acordo com o empresário do jogador, Will Dantas, uma negociação não está ligada à outra.

Caso o Benfica resolva quebrar o compromisso, terá que arcar com uma multa equivalente ao dobro do valor negociado com o Corinthians. Além disso, os documentos já estão assinados e o jogador já oficializou o vínculo com o clube. Dessa forma, as chances da venda ser cancelada são remotas.

A devolução de Yony não aconteceu por problemas entre os clubes, mas sim porque o Corinthians passa por uma crise financeira grande e a compra do jogador ainda não era obrigatória, já que ele só havia disputado quatro dos cinco jogos que obrigariam a compra.

Pedrinho foi vendido para o time português por cerca de R$105 milhões e a primeira parcela deve ser paga em agosto, após o jogador integrar o time. Pedrinho, que já não faz mais parte do elenco do Timão deve viajar para Portugal no início de agosto. O contrato com o Benfica vai até 2025.

Fontes: Gazeta Esportiva, Globo Esporte, Meu Timão