Corinthians emite comunicado sobre iniciativa de Marcelinho Carioca
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians emitiu um comunicado na tarde desta quarta-feira explicando que: “não teve qualquer participação na iniciativa do ex-jogador Marcelinho Carioca, em Brasília. A entrega da camiseta nesta quarta, na Presidência da República, foi uma ação única e exclusiva do ex-atleta”.

Marcelinho se encontrou nesta tarde com o Presidente Jair Bolsonaro e os dois posaram para fotos e vídeos vestindo a camisa do Corinthians. Ambos se manifestaram em apoio à "MP do Mandante", medida provisória que altera a forma de comercialização dos direitos de transmissão dos jogos.

A camisa utilizada por eles é do modelo mais novo, com o logotipo do BMG em preto e branco, que só vai ser lançada oficialmente se 50 mil contas forem abertas pelos torcedores.

O banco BMG também se posicionou em relação ao ocorrido, dizendo que o encontro de Marcelinho Carioca e o presidente não tem relação com a instituição e que a camisa utilizada por Bolsonaro não foi cedida pelo banco.  Marcelinho Carioca tem vínculo com o banco somente para participações em campanhas pontuais. 

O presidente, além de ser palmeirense, disse em público, há pouco tempo, que não vestiria a camisa do Corinthians.

Andrés Sanchez, em sua rede social, disse: “Marcelinho não é contratado nem funcionário do Corinthians. Como cidadão, faz o que bem entende”.

Em seu comunicado, o Corinthians finaliza dizendo que “se mantém fiel às suas tradições, respeitando todas as correntes políticas e coerente com suas origens de clube de todos os brasileiros”.

Fonte: Gazeta Esportiva