Clima esquenta antes mesmo do dérbi começar
Corinthians Futebol Feminino

Nesse domingo (09), às 20h, as meninas do Corinthians vão enfrentar o Palmeiras pela 6ª rodada do Brasileirão Feminino. Entretanto, o clima já esquentou antes mesmo da bola rolar. 

Na última terça-feira (04), o grande humorista e ator, Paulo Gustavo, veio a falecer por conta de complicações da Covid-19.

A internet toda se comoveu pela perda imensurável do ator, que participou de grandes sucessos como a trilogia Minha Mãe É uma Peça e o seriado Vai que Cola, além de outras participações brilhantes e marcantes que Paulo teve em sua trajetória.

Paulo sempre se assumiu homossexual, e em uma entrevista ao site Claudia, disse que já participou de diversas religiões como a Umbanda e Católica, e afirmou que desde cedo sua mãe o ensinou a ser tolerante e sempre se conectar com Deus, independente da religião.

Publicidade - Continua abaixo

"Minha mãe sempre me criou de um jeito legal e tolerante. Ela sempre disse que mais importante do que seguir uma religião é se conectar com Deus. Tem um monte de beata ranzinza por aí. Umbanda, igreja católica, já fui a tudo. Não importa a religião, o importante é rezar e ser do bem. Ficar preso a uma doutrina e não levar os valores de verdade, dentro de você, é bobo, é vazio."

Na noite da sua morte, a jogadora Chu, que atualmente veste a camisa do Palmeiras e da seleção brasileira, fez um comentário muito infeliz referente ao ator:

Esse comentário repercutiu muito nas redes sociais gerando diversas críticas à jogadora e, até mesmo, algumas atletas do Corinthians fizeram publicações repudiando a jogadora palmeirense.

Deixamos aqui nosso repúdio à qualquer preconceito, seja ele religioso, sexual, racial ou qualquer outro.