Avelar concede coletiva e fala sobre Derby, pandemia e atrasos de salários
Agência Corinthians

Em entrevista coletiva cedida no CT Dr. Joaquim Grava, Avelar falou sobre o período de paralisação por causa da pandemia. O jogador acredita que esse período de pausa serviu de lição para a vida e em segundo lugar teve um lado positivo para o futebol, para o técnico poder analisar e organizar o time, o que é difícil com os campeonatos em andamento.

Em relação ao clássico contra o Palmeiras, jogo em que o Corinthians precisa vencer, disse que não seria justo o atual tricampeão sair na primeira fase. Para ele, se o Timão passar para a próxima fase, irão “para assustar muita gente”. 

Avelar disse que o time está motivado e confiante e que todos podem dar o seu melhor para um bom resultado.

O zagueiro também comentou sobre a possibilidade dos jogadores pedirem judicialmente a rescisão do contrato com os clubes por atrasos no pagamento, como ocorreu com dois jogadores do Santos. Para ele, seria “louco” o jogador que fizesse isso com o Corinthians, por se tratar de um clube grande. Ele, que também é empresário e corinthiano desde a infância, entende as dificuldades financeiras geradas pela pandemia.

Avelar treinou normalmente com o grupo nesta terça e deverá reforçar a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes, na partida desta quarta-feira (22/07), na Arena Corinthians.

Fontes: Corinthians, Meu Timão