Atletas da base desenvolvem trabalhos sobre o racismo
Instagram do Gustavo Bertulino

O Departamento de Formação de Atletas do Corinthians vem desenvolvendo com os atletas das categorias sub-14, sub-15, sub-16 e sub-17 um trabalho sobre o racismo. Elaborado pela psicóloga e pelas assistentes sociais do Núcleo Educacional Social Psicológico (Nesp) do clube, o debate sobre o tema tem acontecido de forma online durante o período de paralisação por causa da pandemia.

  Recentemente o meio-campista Gustavo Bertulino, de 14 anos, publicou em suas redes sociais uma foto com o livro "Pequeno Manual Antirracista", da filósofa brasileira Djamila Ribeiro, com uma frase da ativista norte-americana Angela Davis: "Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista". A postagem ganhou repercussão e o ex-atacante Casagrande, ídolo corinthiano, parabenizou o jovem atleta. 

  Jogadores negros de futebol frequentemente sofrem ofensas racistas. O último caso que repercutiu no país foi o do atacante Marinho, do Santos, que foi ofendido por um comentarista de rádio no final do mês de julho. 

  Fonte: Globo Esporte