Após 247 dias, Palmeiras derruba mais um técnico corinthiano
Montagem / Agência Corinthians

Na noite de domingo (17), o Corinthians disputou a semifinal do Paulistão 2021 contra o seu maior rival e acabou perdendo a partida por 2x0, sendo eliminado da competição estadual.

Com esse resultado, a diretoria alvinegra preferiu rescindir o contrato do técnico Vagner Mancini, que estava treinando o clube desde 12 de outubro de 2020.

O anúncio foi feito pelo presidente Duílio, numa rápida entrevista coletiva, na qual lamentou pelo resultado e afirmou que a comissão técnica será trocada e, nos próximos dias, será anunciado um novo comandante.

O ex-técnico disputou 45 jogos, com 20 vitórias, 13 empates e 11 derrotas, tendo um aproveitamento de 54%. 

Publicidade - Continua abaixo

Além disso, o ex-técnico do Corinthians tem 3 goleadas na conta: uma sofrida pelo Flamengo, por 5x1, na Neo Química Arena, logo quando assumiu o time; outra para o rival Palmeiras, por 4x0, no Allianz Parque; e a mais recente, contra o Peñarol, pelo placar de 4x0, no Estádio Campeón del Siglo – Uruguai.

Contra o rival Palmeiras, o Corinthians não vem de bons resultados. Já são seis jogos sem vencer o dérbi. O primeiro deles foi no dia 10 de setembro de 2020, onde o Corinthians perdeu por 2x0, dentro de sua casa.

Na ocasião, o time era comandado pelo técnico Tiago Nunes, atualmente no Grêmio, onde o mesmo sofreu grandes protesto na saída do estádio na zona leste de São Paulo.

Publicidade - Continua abaixo

Um dia após essa partida, a diretoria do Corinthians, que na época era presidiada pelo Andrés Sanchez, decidiu mandar o técnico embora e Coelho, técnico do sub-20 à época, assumiu o cargo.

Na noite de ontem, após 247 dias desde essa demissão, novamente, para o maior rival, a diretoria demitiu outro técnico.

Alguns nomes como Dorival Junior e Fábio Carille são discutidos pelos dirigentes do clube. A diretoria deve se movimentar nessa semana para conseguir encontrar o novo comandante do time alvinegro.