Ações judiciais e pandemia agravam problemas financeiros do Corinthians
Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

O Corinthians tem enfrentado uma grande crise financeira nos últimos meses. Ações judiciais e a pandemia acabaram deixando o time em uma situação delicada.

Os campeonatos foram paralisados há quatro meses por causa da pandemia e desde então o clube tem sofrido quedas nas cotas de televisão, nos patrocínios e na receita dos sócios-torcedores. De acordo com André Sanchez, presidente do clube, a arrecadação durante esse período de pandemia caiu cerca de 75%.

Neste mesmo período o time paranaense J. Malucelli solicitou a penhora de receitas do Corinthians, devido a venda do jogador Juceli em 2011, pois o valor acordado ainda não foi repassado completamente ao clube. Atualmente esta dívida está em R$23 milhões. Há também uma ação do atacante Jonathas, que pede o pagamento relativo a direitos de imagem referente à época que jogava pelo clube e ainda um bloqueio de R$500 mil devido a uma ação do ex-jogador Marcelo Mattos, que está requerendo direitos trabalhistas e direitos de arena. Uma outra ação requerida pelo clube América-MG, relacionada a contratação do jogador Richard, penhorou R$400 mil do clube.

Toda essa situação fez com que o Corinthians atrasasse o salário dos jogadores, que já estão há 3 meses sem receber. Porém, o diretor Jorge Kalil diz que os salários serão pagos e que os jogadores estão tranquilos em relação a isso.

Fontes: UOL, Terra