Biografia

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Biografia do Luan

Início

Iniciou sua carreira aos 8 anos, como atleta da equipe de futsal do Internacional. Passou para o futebol de campo somente em 2012, pelo Juventus Vila Anchieta FC equipe amadora e passou ao profissional pelo Tanabi em 2012, na Série B-1 do Campeonato Paulista de Futebol. Meses depois voltou à cidade natal para jogar nos juniores do América-SP, tendo disputado a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2013 e sido o destaque da equipe ao marcar 6 gols na competição, um deles no empate por 2 a 2 com o Flamengo que eliminou o time carioca na fase de grupos. Ainda passou breve momento pelas categorias de base da Catanduvense antes de chegar a Porto Alegre.[5]


Grêmio

Completou sua formação nas categorias de base do Grêmio.[6] No ano de 2014 sua promoção ao elenco profissional e desenvolvimento foi bastante rápida. Estreou como profissional no Campeonato Gaúcho daquele ano contra o São José, no dia 19 de janeiro.[7]


Destacou-se com excelentes atuações durante o Campeonato Brasileiro de 2015, pelo qual foi premiado com a Bola de Prata e eleito para a seleção do Brasileirão, graças aos 10 gols marcados na competição atuando como falso 9.


Após início ruim do clube na temporada 2016, o jogador foi alvo de protestos da torcida em treinamento, que chegou a jogar pipocas em seu carro.[8] A resposta veio no primeiro jogo na sequência pela Libertadores da América, na qual o atacante deu duas assistências que abriram a goleada por 4 a 0 contra a LDU.[9] O jogador voltou a ter seu desempenho contestado pela torcida, especialmente com a eliminação para o Rosário Central nas oitavas-de-final da Libertadores, por não conseguir jogar bem como ponteiro no esquema de Roger Machado. Contudo, voltou a ter boa atuação contra o Atlético-MG pela terceira rodada do Brasileirão atuando novamente como falso 9.[10]


Em 4 de junho de 2017, após gol marcado contra o Vasco da Gama, pela 4ª rodada do Brasileirão, Luan se tornou o maior artilheiro da história da Arena do Grêmio. Com 29 gols naquela altura, Luan ultrapassou os 28 marcados pelo argentino Hernán Barcos, anterior artilheiro.


Foi eleito o melhor jogador da Copa Libertadores da América de 2017.[11] Foi o autor de um dos gols do Grêmio na final contra o Lanús, da Argentina.[12]


No dia 10 de fevereiro de 2019, Luan marcou dois gols na vitória por 6 a 0 do Grêmio sobre o Avenida, ajudando a equipe a conquistar o título da Recopa Gaúcha de 2019, seu quinto título com a camisa tricolor.


Corinthians

Após um 2019 apagado, onde frequentemente conviveu com a reserva, no dia 14 de dezembro foi anunciado como novo reforço do Corinthians para a temporada 2020.[13] O Timão pagará 5 milhões de euros (R$ 22,7 milhões, na cotação do dia) para ficar com 50% dos direitos econômicos do jogador.[14] Estreou com a camisa do Corinthians no dia 15 de janeiro de 2020, na Florida Cup, logo de cara já fazendo seus dois primeiros gols, sendo o primeiro de falta, algo que o time não fazia desde agosto de 2018.[15]


Seleção Brasileira

Olímpica

Após participar de toda a fase preparatória para os Jogos Olímpicos Rio 2016, Luan foi confirmado como um dos 18 selecionados pelo técnico Rogério Micale para a representar a Seleção Brasileira na competição. Começou na reserva do trio Neymar, Gabriel Barbosa e Gabriel Jesus mas, durante a competição, ganhou a vaga no meio-campo de Felipe Anderson. Terminou o torneio, em que a Seleção Brasileira conquistou a medalha de ouro, como titular absoluto e um dos destaques do time campeão, principalmente pelos três gols e duas assistências em cinco jogos, mas também pelo rápido entrosamento com Neymar.[16][17]


https://pt.wikipedia.org/wiki/Luan_Guilherme_de_Jesus_Vieira